segunda-feira, março 05, 2012

Jureminha e o Chuveiro-Papão

não tenho medo da morte
a morte já é depois
já não haverá ninguém
como eu aqui agora
pensando sobre o além
já não haverá o além 
o além já será então
não terei pé nem cabeça
nem figado, nem pulmão
como poderei ter medo
se não terei coração?"
Não Tenho Medo da Morte - Gilberto Gil


Em que momento começamos a sentir medo? 

Sendo o medo uma sensação que proporciona um estado de alerta por termos observado ou sentido que algo nos ameaça; o medo mais do que inimigo do homem moderno, já foi um dos principais aliados para que chegássemos até aqui; tendo sido uma reação saudável e até mesmo protetora para todos nós. Porém, há momento onde o medo é acionado por coisas que não possuem muita explicação e pode nos levar ao extremo do medo (pavor) ou desenvolver alguma espécie de fobia ( transtorno fobico-ansioso), por exemplo, pessoas que desenvolvem um medo irracional de palhaço ( coulrofobiaou efebofobia ( medo de adolescentes); sendo esse último, uma fobia que não pode ser considerada irracional, muito pelo contrário, se é que vocês me entendem; porém, não há, até onde eu saiba, na lista anualmente reciclada e refeita pelo pessoal da psicopatia, o histórico de alguém que tenha medo de chuveiro. Percebam, não me refiro a Cascaofobia ( medo de água ou tomar banho); mas simplesmente medo do chuveiro em si. Acho que minha filhinha acaba de inventar uma nova modalidade.

Não creio que esse medo do chuveiro seja algo exclusivo dela, tenho certeza que há outros casos por aí, porém, não encontrei muita coisa que pudesse me auxiliar a ajudar a minha filha superar esse medo, especialmente porque até então, Jureminha enfrentara todos os principais perigos para um bebê com um cara ensandecida, típica de quem gosta de esporte radicais. Escuridão; ela se faz luz; espinafre e brócolis, ela os transforma em bife; tias que beijam e apertam as suas bochechas, ela simplesmente vira a cara; mas contra o chuveiro, pela primeira vez, vi minha filha em puro desespero.

Até o dia em que tentamos apresentar ela ao banho de chuveiro, a menina era um ser d'água. Toda vez que se preparava para tomar banho, ela ria, gritava de alegria e até cantava; porém, desde o fatídico dia em que ela se apavorou ao ouvir o barulho do chuveiro e aqueles jarros d'água ameaçadores caindo sobre a sua cabeça, o banho se tornou um sinônimo de enfrentar o chuveiro-papão.

Tentamos até voltar ao velho esquema do banho na banheira no quarto dela ( tentamos mudar o ambiente, pois o quarto dela era vitima da algazarra dela com a água e diversas vezes quase virou um aquário), mas mesmo no quarto dela, parecia que ela via o chuveiro ameaçador sob sua cabeça.

Pensei em várias formas de consertar o estrago; li e reli várias revistas e artigos sobre medos, pavores e fobias para bebês, pensei até em buscar ajuda profissional; mas depois de muito pensar, cheguei a uma solução, se não muito inteligente, pelo menos criativa...

Preparei a banheira dela com água quentinha embaixo do chuveiro, pedi para a mãe dela trazer a menina, que veio entre gritos e arrancar de cabelos ( da mãe dela), mas assim que ela entrou na zona de perigo, surgiu o super-herói dela ( euzinho) com sua capa mágica ( uma toalha) e cobri o teto da área do chuveiro, dando a minha filha, a sensação que o chuveiro do mal tinha desaparecido; de certa forma, tinha mesmo, pelo menos do campo de visão dela. Ela acalmou, parou de chorar e novamente, fez do banho, diversão.

Final feliz, Jureminha voltou a tomar banho sem temer o seu bicho-papão. Nem preciso mais colocar a toalha para cobrir o chuveiro, pois ela já compreendeu que seu pai-herói estará sempre por perto para ajudá-la a enfrentar os seus grandes e arqui-inimigos. Sim, jurei ficar ao lado da minha filha e protegê-la contra todos os perigos... pelo menos até a adolescência, pois dizem as lendas, que os bebês se tornam criaturas terríveis, com cortes de cabelos esquisitos e gostos musicais aterrorizadores...quer saber? Nem quero pensar sobre isso.

((())))

Para quem quiser se iniciar em fobias, veja abaixo texto e vídeo das fobias e medo mais bizarros:

As 10 fobias mais bizarras:

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

AmazingCounters.com
Overtons Marine Supply